aleatorios

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Baixar Para PC Fraco - Rome Total War

Genero: RTS
Lançamento: 2004
Tamanho:

Sobre:
O Império Romano foi indiscutivelmente um dos mais impressionantes da história da humanidade, tanto em termos de conquistas quanto pela sua duração. Não é coincidência que os criadores de "Shogun" e "Medieval: Total War" optaram explorar esse tema. "Rome: Total War" se apóia em muitos dos elementos dos antecessores, com novas fórmulas e muitos confrontos históricos capazes de entusiasmar qualquer entusiasta do gênero
No início da campanha o jogador assume o papel de líder de uma das três Casas Romanas que estão disponíveis no jogo em 270 a.C., sendo elas os Julii, os Brutii e os Scipii. Cada uma dessas facções, apesar de terem um exército praticamente idêntico, começam com cidades e objetivos diferentes. A jogabilidade consiste em uma combinação de estratégia em turnos, em uma mapa de campanha, e batalhas em tempo real, em uma mapa de batalha com gráficos em 3D.
Diferentemente da maioria dos jogos de estratégia em tempo real, Rome: Total War não adota um sistema de pontos de vida para cada unidade. Ao invés disso, as unidades são formadas por tropas de até 240 homens (dependendo das configurações do computador do usuário) e obedecem a regras diferentes. A vitalidade das unidades obedecem a regras específicas que remetem ao combate real, como a velocidade da colisão de uma unidade com a outra, a posição das unidades, a moral, o cansaço, relevo do terreno, entre outros, o que força o jogador a obter uma visão mais tática do campo batalha (o que diminui o micromanagement do jogo).

No modo campanha o jogador poderá assumir o controle das cidades de sua facção, controlando o nível de satisfação dos cidadãos, a taxa de crescimento, o que será construído e quem será recrutado, apesar de estas opções poderem ser controladas pela Inteligência Artificial também. Cada turno que se passa equivale a seis meses jogo, e o jogador recebe um resumo do que aconteceu entre as facções controladas pelo computador, além do relatório de gastos de sua facção, com a moeda do jogo, o Denarii. O jogador também pode mover seus soldados no mapa de campanha em uma mecânica parecida com a do jogo Civilization. Quando um exército entra em conflito com outro, o jogador terá três opções: começar a batalha em tempo real, gerar o resultado da batalha automaticamente ou recuar. O jogador pode construir barcos para transportar unidades e combater as frotas inimigas, porém nesse caso apenas batalhas automáticas podem ser realizadas.
Para conquistar uma cidade murada, um exército disponível deverá ataca-la e coloca-la sob cerco, sendo que durante este cerco, as armas de cerco, que variam entre aríetes, escadas, onagros e entre outras, deverão ser construídas para o assalto, podendo serem usados até mesmo elefantes de guerra, apesar de estes só funcionarem com muralhas de madeira. As batalhas nas cidades são em tempo real, e um exército atacante pode sair vitorioso delas de duas formas: ou aniquilando o exército defensor, ou mantendo a praça principal da cidade, sem nenhum defensor durante três minutos.



.


Processador:Pentium IV 1 Ghz
Memoria RAM:256 Mb
Memoria de video:64 Mb
SO:Win: Xp ao 8

http://adf.ly/1QwxLZ



Clique aqui


6 comentários: